Olá!

Seja bem vindo(a).

"...A paz invadiu o meu coração. De repente, me encheu de paz. Como se o vento de um tufão, arrancasse meus pés do chão, onde eu já não me enterro mais..."
(Gilberto Gil/João Gilberto)

" E se me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar"
(Clarice Lispector)
p.s: Grata por visitar-me.

God Bless you!!













terça-feira, 13 de abril de 2010

NOSSO UNIVERSO EM UM "BURACO DE MINHOCA"?




Você acha que as teorias dos astrofísicos são malucas? Espere até ler essa: um físico está tentando provar que nosso Universo fica no interior de um “buraco de minhoca” e esse buraco de minhoca estaria em um buraco negro que, por sua vez, faria parte de um Universo muito maior.
E o pior é que a teoria do sujeito, chamado Nikodem Poplawski (não, não estamos brincando) até faz sentido. Usando um sistema euclidiano chamado de coordenadas isotrópicas, ele descreveu o campo gravitacional de um buraco negro para fazer um modelo de movimento radial geodésico de partículas massivas em um buraco negro.

Estudando o movimento radial em dois tipos de buracos negros – Schwarzchild e Einstein-Rosen (as duas soluções matematicamente aceitáveis pela relatividade) – e aceitando que apenas experimentação ou observação podem revelar o comportamento de uma partícula em um buraco negro, Poplawski diz que, como só podemos ver o exterior de um buraco negro o interior pode ser apenas visto se um observador adentrar no buraco negro.
“Essa condição seria satisfeita se nosso universo estivesse no interior de um buraco negro que, por sua vez, estaria dentro de um universo ainda maior” diz Poplawski.
A teoria dele é que o buraco negro seria conectado por uma ponte Einstein-Rosen (conhecida como Buraco de Minhoca) a um buraco branco – o reverso do buraco negro. Cada ponte teria um universo, como o nosso, residindo nela.
Logo, a conclusão de Poplawski é que o nosso universo pode estardentro de um buraco negro. O modelo pensado por ele explicaria, até mesmo, o fenômeno conhecido por expansão cósmica.
"Nossa, cada dia que passa surgem mais teorias...e da-lhe ciência."

Nenhum comentário:

Postar um comentário